segunda-feira, 6 de julho de 2009

ADOLESCENTE - GRAVIDEZ


Gravidez na adolescência: situação indesejada ou desejada?



Estudo realizado com 123 mães adolescentes, em idade escolar, traz à tona uma questão bastante atual: existiriam fatores que motivariam ou contribuiriam para que jovens adolescentes engravidassem "antes da hora"? (1)

Nos diversos estudos publicados a respeito da gravidez na adolescência, há certo consenso de que a gravidez nesta fase da vida é, geralmente: indesejada, não planejada e sem intencionalidade.

Isto posto, vem a seguinte questão: "Por que muitas adolescentes sexualmente ativas colocam-se em situações de risco para gravidez se elas não desejam isso?"

A hipótese levantada neste estudo é de que sentimentos como "paixão", "amor" e "desejo de se casar" estejam relacionados ao início da atividade sexual e à gravidez.

Os pesquisadores encontraram que sentimentos de "paixão" e "amor" estavam mais freqüentemente associados à gravidez do que ao início da atividade sexual, tão somente. A maioria das adolescentes que responderam estar "apaixonadas" no início da gravidez guardava consigo a esperança de se casarem com seus respectivos parceiros sexuais, sendo que muitas delas acreditavam que o casamento ocorreria num futuro bastante próximo após os primeiros meses de gestação.

Estes achados sugerem que serão necessárias mais pesquisas acerca de como se dá essa "ligação afetiva" com os parceiros sexuais, bem como investigar mais a fundo as fantasias acerca do casamento que rondam a cabeça dessas adolescentes. Esta pesquisa explica, em parte, então, porque essas adolescentes se põem em situações de risco, não só para uma gravidez como para doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), incluindo o HIV.

Os pais devem se encorajar cada vez mais a discutirem estes assuntos com as adolescentes, levando em consideração que, nesta fase da vida, quando tudo é novidade e desafio, o que é sonhado nem sempre se traduz num "final feliz".

Fonte(s):


• (1) Scott JW. The sentiments of love and aspirations for marriage and their association with teenage sexual activity and pregnancy. Adolescence 1983; 18(72):889-97.